Construção na Colômbia à procura de novos mercados

Com as dificuldades em países como Angola e Brasil, o setor parte em busca de alternativas A seguir Mais vistas FOTOGALERIA Trabalhos sujos que pagam muito bem EDIÇÃO ESPECIAL 300 É fácil, não dá milhões mas abate 300 euros ao IRS CIBERATAQUE Ciberataque pode regressar hoje. Saiba como proteger-se CONSUMO 20 Truques usados pelos supermercados para consumir mais FOTOGALERIA Os melhores restaurantes de sushi de Lisboa a Cascais Portugal é já o terceiro país europeu com maior presença no mercado colombiano, a seguir a Espanha e a Itália, mas as construtoras portuguesas estão apostadas em reforçar essa posição, marcando presença na Expoconstrucción & Expodiseño 2017, a feira do setor que decorrerá de 16 a 21 de maio em Bogotá. A iniciativa é da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Colombiana e conta com a adesão de várias empresas da fileira, designadamente do segmento de materiais para a construção civil, bem como da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas. Reis Campos, presidente da AICCOPN, reconhece o “enorme potencial” dos mercados da América Latina, com taxas de crescimento invejáveis para a anémica Europa. E lembra que a construção precisa de encontrar alternativas a Angola, Moçambique e Brasil.

Notícia em:
Dinheiro Vivo