Economia da Colômbia cresceu 3,1% em 2015

Bogotá, 10 mar (EFE).- A economia da Colômbia cresceu 3,1% em 2015, resultado ligeiramente inferior ao 3,2% projetado pelo governo, informou nesta quinta-feira o Departamento Administrativo Nacional de Estatística (Dane).

O resultado é inferior ao crescimento de 4,4% que a economia do país registrou em 2014, segundo os dados ajustados do Dane.

A entidade acrescentou que, no quarto trimestre do ano passado, o Produto Interno Bruto (PIB) do país teve uma expansão de 3,3%, comparado com o mesmo período de 2014.

O diretor do Dane, Mauricio Perfetti, disse que no ano passado os nove setores da economia colombiana cresceram e quatro deles tiveram uma expansão acima da média.

As atividades com maior crescimento em 2015 foram estabelecimentos financeiros, seguros e atividades imobiliárias (4,3%); comércio, reparação, restaurantes e hotéis (4,1%); construção (3,9%), e agricultura, pecuária e pesca (3,3%).

No quarto trimestre, o PIB foi impulsionado pelos setores de agricultura, pecuária e pesca (4,8%); construção (4,3%), e estabelecimentos financeiros, seguros e atividades imobiliárias (4,2%).

As áreas que menos cresceram no ano foram as de exploração de minas e pedreiras (0,6%), a indústria manufatureira (1,2%) e transporte e comunicações (1,4%).

Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, o quarto teve um crescimento de 0,6%, acrescentou o Dane.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) tinha previsto que o PIB colombiano cresceria 3% em 2015 e para este ano projetou uma expansão menor, de 2,7%, devido à crise mundial do petróleo, um dos principais produtos de exportação do país.